A mistica no Estádio

O Estádio é um problema que tem uma solução simples, mas impossível: Deitar tudo abaixo e começar de novo.

Tendo em conta que isso não pode acontecer, a única solução é ir corrigindo aquilo que faz sentido.

Ao nível estrutural, o fosso é a primeira coisa que tem de ser resolvida. É uma questão de segurança em primeiro lugar e uma questão estética em segundo. Não quero que o Sporting espere por alguma morte para começar essas obras, como aconteceu, salvo erro, com o Ajax (até existe o vídeo da morte no Youtube).
10468423_1493051840947748_4027357869034436166_o

Mas mais do que tudo, o mais importante é criar o sentimento de orgulho e pertença neste estádio. A verdade é que ele já cá está há mais de 10 anos e muitos (mesmo muitos) não nos sentimos “em casa”. Os Sportinguistas não estão identificados com o Estádio porque este não está identificado com o Clube.

Podem achar preciosismo, mas o orgulho Sportinguista é muito importante. Ter cadeiras verdes, acabar com aqueles azulejos todos às cores, criar uma maior envolvência em redor do Estádio (basta olhar para o Benfica e ver o extraordinário trabalho que fazem com fun zones e afins), ter uma loja grande e bem localizada, um museu à vista de todos (e não escondido na “cave” do Estádio – e ter um novo anexo no pavilhão não chega). O Pavilhão é um primeiro passo.

A maior falha de todo o Estádio é falta de orgulho leonino. E isso é trabalhado.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s